A evolução da beleza: como a figura feminina ideal mudou ao longo de 100 anos

Алан-э-Дейл       27.05.2024 г.

Nos últimos 100 anos, o conceito de figura feminina ideal mudou muito. O tamanho dos quadris, da cintura, dos seios — cada década ditou suas próprias leis.

1910

O ideal de beleza feminina daquela época foi criado pelo ilustrador americano Gibson. Todas as mulheres começaram a alcançar a figura de “ampulheta”, e para isso elas contavam com a ajuda de espartilhos muito apertados.

Os seios e os quadris tinham de ser exuberantes. O pescoço era longo, o que era conseguido por meio de vestidos com ombros abertos e cabelos altos presos.

1920

Após a Primeira Guerra Mundial, a “mulher ideal” tinha estatura baixa, peito plano, cintura mais baixa que o umbigo e quadris estreitos que não se destacavam muito.

Mas as pernas finas tinham de ser mostradas por baixo da borda do vestido, que ficava cada vez mais alto.A feminilidade está voltando. Formas exuberantes e curvas sensuais voltaram à moda. O ícone do estilo passou a ser a estrela de cinema Jean Harlow — exuberante, brilhante, diva loira.{ESPAÇO}As mulheres estavam fazendo dietas à base de pão e manteiga e preferiam vestidos longos com silhuetas que mostravam suas formas sedutoras.A Segunda Guerra Mundial também fez ajustes na imagem externa da mulher. O corpo denso, os ombros quadrados e a imagem de uma garota forte, capaz de defender a si mesma e a sua família, tornaram-se mais uma necessidade do que uma moda.{ESPAÇO}As mulheres queriam compensar as oportunidades perdidas durante os anos de guerra de serem brilhantes, sensuais e fracas. Assim, surgiu a era da «feminilidade exagerada». Curvas, formas exuberantes e cinturas muito finas estavam na moda. Nas farmácias, surgiram até mesmo pílulas para ganho de peso.{O PADRÃO DE BELEZA FEMININA TORNOU-SE MARILYN.}O padrão de beleza feminina passou a ser Marilyn Monroe e Elizabeth Taylor. Ao mesmo tempo, foi lançada a primeira boneca Barbie e publicada a revista Playboy. E as modelos nas passarelas exibiam saias na altura do joelho e decotes em coração que enfatizavam os seios exuberantes.Nos anos 60, aqueles que eram ridicularizados há apenas 10 anos se tornaram os ideais de beleza. Na moda, surgiu a imagem de uma garota muito magra, pequena e com formas achatadas.{ESPAÇO}

1930

Pílulas de emagrecimento, anfetaminas e uma série de dietas destinadas a maximizar a perda de peso estão em seu auge.

{ESPAÇO}

1940

Nos anos 80, o fitness dominou o mundo. Qualquer mulher que se importe consigo mesma está envolvida com o fitness e sonha em ser como uma modelo alta, de pernas longas, que aparece nas páginas das revistas e nas telas da TV.

1950

É hora de imitar as modelos “heroínas” magras. Os pacotes de pílulas mágicas de emagrecimento se tornaram virais em pouco tempo. As costelas e clavículas salientes que as mulheres de todo o mundo almejavam.

As roupas favoreciam jeans rasgados e blusas de moletom alguns tamanhos maiores do que o necessário.

1960

As belezas magras e abatidas dos anos 90 foram conectadas ao passado. O ideal era a loira Gisele Bundchen, com seu corpo atlético e esculpido enfatizado por um bronzeado falso e um sorriso branco.

Agora o padrão de beleza é J.Lo, Nicki Minaj, Kim Kardashian. Todas se esforçam para se tornar donas de nádegas exuberantes, seios grandes e barriga chapada. Nutrição adequada, esportes, uma série de procedimentos para alcançar a forma “perfeita”, cirurgia plástica …

1970

{SPACE}

1980

1990

2000

2010

Гость форума
От: admin

Эта тема закрыта для публикации ответов.

[yarpp]